Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

7 truques para manter o foco no trabalho ou estudos


Esteja você estudando ou trabalhando, uma coisa é certa: a tecnologia vai atrapalhar a sua concentração. Aprenda algumas dicas que ajudam a driblar essa dificuldade.


                            
              Mantenha a calma, com estas dicas você volta a se concentrar                                                                                                                                          

Trabalhar ou estudar na era da internet pode ser um grande desafio para alguns, já que notificações são o que não faltam: SMS no celular, mensagem no MSN, recado no mural do Facebook e até o aviso de que seu amigo acabou de fazer uma jogada em algum game online qualquer.
Esteja você no ensino médio ou metido em um escritório tentando fechar o relatório da semana, existem algumas dicas que podem ajudar a manter a concentração na hora de encarar suas tarefas. E já que o assunto aqui é o foco, chega de enrolação e vamos à lista de conselhos levantados pela CNET.

1. Use fones de ouvido

Essa é uma dica especial para aqueles que trabalham com pessoas faladeiras ao redor. Além de ajudar a diminuir o ruído, a presença dos fones em seus ouvidos evitará que interrompam a sua tarefa com assuntos sem importância. Lembre-se, é claro, de encontrar a música certa para o seu trabalho, ou seja, que não o distraia tanto quanto a conversa dos colegas.
                                                                           
    Fone de ouvido ajuda a eliminar distrações do ambiente de trabalho

Além disso, essa técnica pode ser usada até mesmo por quem trabalha sozinho. Usar fones de ouvido pode ajudar a criar a sensação de que o espaço ao redor foi reduzido e ajudará a manter o seu foco no que está à sua frente. E caso a música esteja atrapalhando, experimente ruído branco ou até mesmo deixe os fones desligados, caso se sinta melhor assim.

2. Desligue o que não é importante

A não ser que você esteja com um parente no hospital ou esperando uma ligação muito importante, recomendamos que você desligue o telefone fixo e o celular. Vá além e elimine, por alguns minutos, o acesso a redes sociais, email e comunicadores instantâneos, como o MSN.
        

                Editores como o Ommwriter ajudam o escritor a manter o foco 

Se possível, corte também o seu acesso à internet. Apesar de drástica, essa resolução ajudará você a se concentrar mais. Caso o seu trabalho envolva a escrita, no Baixaki você encontra editores de texto que bloqueiam a tela toda para que a dedicação às palavras seja completa. É o caso do Ommwriter, para Mac, e doZenedit, para Windows.


3. Descubra o que consome o seu tempo

Uma das formas de ser mais produtivo é tentar descobrir o que consome tanto o seu tempo e, a partir disso, mudar seus hábitos. Uma das ferramentas indicadas para essa função é a RescueTime, capaz de monitorar quais aplicativos e sites você mais usa. E não precisa se preocupar: as informações são particulares e só você tem acesso a elas. Além disso, pode ser que você descubra que os seus acessos ao Twitter não sejam tão preocupantes quanto você pensava.

4. Bloqueie sites que tirem sua concentração

É fácil dizer que basta fechar as abas com o Facebook e outros serviços para aumentar sua produtividade, mas poucos possuem autocontrole suficiente para não acessar essas páginas novamente. Por isso, talvez o ideal seja mesmo encontrar uma forma de bloqueá-las temporariamente.
Extensão para Chrome define tempo em que sites permanecerão bloqueados 

Quem utiliza o Firefox para navegar poderá recorrer à extensão LeechBlock para eliminar essas distrações virtuais. Já quem prefere o Google Chrome pode instalar o plugin StayFocusd e dizer adeus à procrastinação.

5. Computador ou desktop exclusivo para o trabalho

Sabemos que dinheiro não cai do céu, mas, se você puder, compre um computador para ser usado apenas para o trabalho ou estudo. Nessa máquina, você não poderá instalar aqueles joguinhos que tanto gosta ou os inutilitários que o fazem rir. A ideia é ter um ambiente voltado apenas para os seus momentos de concentração.
Quem não puder adquirir uma nova máquina pode tentar simular a situação com as diferentes áreas de trabalho que os sistemas operacionais mais modernos podem fornecer. No Mac OS X, por exemplo, o consumidor possui o Mission Control instalado por padrão, software que permite visualizar, rapidamente, não apenas os aplicativos que estão em execução, mas também os outros desktops ativos no momento.
Quem usa Windows pode recorrer a programas como o Dexpot, que leva alguns desses recursos de múltiplos desktops para o sistema da Microsoft.

6. Tenha mais de uma conta de usuário

Outro truque sugerido é fazer o logout da sua conta de usuário do sistema e, depois, acessá-lo usando a conta de convidado (guest). Dessa forma, você não terá nem metade das distrações que costuma ter, já que não haverá serviços configurados com seus perfis.

7. Estipule um sistema de recompensa

Esta é uma dica perigosa, mas que pode funcionar com algumas pessoas: tente estabelecer um sistema de recompensa para quando você trabalhar direito. Como exemplo, você pode se dar ao luxo de acessar seu email ou perfil no Facebook durante 10 minutos depois de ter trabalhado por uma hora ininterruptamente.
                                        

           Tente descansar 10 minutos a cada hora ininterrupta de trabalho 

É claro que, dependendo da sua situação, você não precisa ser tão rígido com essas marcas de tempo e pode, por exemplo, conceder esses minutos de descanso depois de 40 ou 50 minutos de trabalho. Mas nunca deixe esse tempo curto demais. Se começar a perceber que o trabalho está perdendo espaço para a recompensa, esse método não é para você.


Fonte: CNET

Confira mais uma comemoração de gol bizarra [vídeo]


Jogador mexicano reproduz golpe de luta livre depois de marcar gol contra o time adversário.



Vez ou outra nos surpreendemos com as comemorações realizadas por jogadores de futebol, que ficam inspirados quando conseguem marcar gols contra os times adversários. E, desta vez, o palco do novo espetáculo foi o jogo entre o time panamenho Chorrillo e o mexicano Monterrey.
O mexicano Ángel Reyna, que marcou três dos cinco gols do seu time na partida, decidiu comemorar um deles imitando o lutador Místico — também mexicano —, lançando as pernas ao redor do pescoço de um de seus companheiros de time e jogando-o ao solo. Bem, Reyna tinha motivos para comemorar, afinal os mexicanos venceram os panamenhos com um placar de 5 x 0!

Bilionário australiano planeja clonar dinossauros

Empresário excêntrico estaria disposto a criar Parque dos Dinossauros na vida real.

 
De acordo com o site de notícias Sunshine Coast Daily, o bilionário australiano Clive Palmer estaria disposto a clonar dinossauros a partir do DNA dessas criaturas para, depois, soltá-las em um resort que ele pretende construir na costa da Austrália, em uma versão real do filme “Jurassic Park”, de Steven Spielberg.

Aparentemente, Palmer já estaria, inclusive, discutindo os detalhes do projeto com a equipe de cientistas responsável por clonar a ovelha Dolly, em meados da década de 90. Outros atrativos que devem fazer parte do parque jurássico de Palmer incluem uma réplica da roda gigante panorâmica de Londres, a London Eye, hotéis e uma torre com mais de 20 andares.

E esse não é o único projeto incrível do excêntrico milionário. Segundos informações do Sunshine Coast Daily, Palmer também estaria para iniciar a construção do Titanic II, que contará com um metro a mais de largura do que o navio original — “para dar mais estabilidade” — quando ficar pronto, provavelmente no final de 2016.



Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/mega-curioso/27801-bilionario-australiano-planeja-clonar-dinossauros.htm#ixzz22VGq2klY


O que os personagens fazem depois de terminar os games [ilustração]


    Os vilões foram derrotados, o mundo está salvo e a tela preta com os créditos subindo é tudo o que restou da sua incrível jornada: essa é a experiência pela qual todos os gamers já passaram um dia após “zerar” um jogo. Agora que você está satisfeito com as boas horas de jogatina, já parou para pensar o que resta para os personagens principais uma vez que eles não têm mais nada para fazer?
O Tecmundo não só passou um bom tempo pensando sobre isso, mas também resolveu materializar essas ideias em forma de ilustrações, todas mostrando o que alguns dos personagens mais icônicos do video game poderiam estar fazendo depois do “The End”. Confiram!

Gears of Building Ltda.



Depois de ter sido uma peça-chave na luta contra a invasão locust no planeta Sera, o agora ex-sargento Marcus Fenix decidiu deixar a vida militar e ajudar a civilização humana de outras formas, longe da carnificina da guerra.
Sendo a pessoa simples que é, Marcus viu na construção civil uma boa oportunidade para fazer bom uso da força física que ele adquiriu durante os vários anos de serviço com os COGs. Claro, a sua habilidade com a motosserra também veio bem a calhar.

Kratos, o Deus da carne



Nem mesmo aquele que conseguiu conquistar o título de Deus da Guerra pôde escapar da recessão que estamos enfrentando. Sem mais conflitos para resolver e pessoas de quem se vingar, Kratos foi obrigado a descer do seu trono e conseguir alguns trocados fazendo aquilo que só ele domina: dilacerar carne.

Nathan Drake: limpando nas alturas


Perseguir tesouros perdidos sempre foi o maior hobby do herói de Uncharted, mas chega um momento em que até a maior das diversões começa a se tornar cansativa. Sem ter formação superior e com os pequenos delitos da adolescência sujando sua ficha, Drake decidiu continuar escalando prédios no seu trabalho de meio expediente, só que dessa vez para manter as janelas limpinhas.


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sonic Express


O ouriço mais rápido do mundo também teve de se virar para encontrar um emprego que fosse adequado às suas habilidades, já que os animaizinhos da floresta não precisam mais da sua ajuda.

Não levou muito tempo para que Sonic percebesse que poderia continuar fazendo o que ele mais gosta e ainda ganhar dinheiro para pagar as contas no fim do mês, entregando correspondências na velocidade de um relâmpago azul.

Mario, o eterno encanador


                 

Agora que a princesa está a salvo e que o Reino dos Cogumelos está livre da ameaça do Bowser, Mario e a sua habilidade de pular em cima de tudo não são mais tão úteis assim.

O bigodudo passou por maus momentos e até tentou a sorte trabalhando em pizzarias italianas, mas sua falta de experiência em restaurantes não deixou escolhas a não ser voltar a resolver problemas de encanamento.